Pesquisar

Cruzeiro do Sul publica Manifestação de Cidadão Sobre a Administração Municipal
09/09/2017

A coluna “Do Leitor” do Jornal Cruzeiro do Sul, de Sorocaba e Região, do dia 08.09.2017, em sua página A3 publicou manifestação do cidadão Nilton Leite Almeida Branco.
 
Conheça a íntegra da opinião do Sr. Nilton.
 
“Jardim América

08/09/17 | Equipe Online - online@jcruzeiro.com.br

Tenho acompanhado o imenso esforço da Ambeu em defesa dos bairros que compõem o Jardim América. Uma luta desnecessária se houvesse o mínimo de seriedade na aprovação dos alvarás concedidos pela Prefeitura. A rua João Wagner Wey, hoje ainda sem a interferência das centenas de novos moradores que estarão residindo nos prédios aprovados, já é um caos em mobilidade. Houve a interdição temporária de um conjunto popular, que dificilmente seria mantida, visto o adiantamento da construção. Além desse conjunto, outros tantos novos estão sendo anunciados. Gostaria de entender qual é o critério para liberar esses alvarás. Sugere que são aprovados, ficando para as próximas administrações as adequações necessárias, pois não vejo qualquer obra viária que possa dar a sustentação necessária para tanto tráfego.
 
Lendo a coluna de Flavio Amary no dia 14 de junho ("Cidades inteligentes"), concordo ser imprescindível um planejamento urbano rigoroso, que avalie a longo prazo os impactos na qualidade de vida em nossa cidade. As consequências de uma má administração, além de comprometer nosso bem-estar, inviabiliza a vinda de novas empresas que buscam locais aprazíveis para seus negócios.
 
Gostaria de saber qual é a posição da nossa Câmara Municipal sobre essa situação. Pelo que me consta, o plano diretor aprovado está sendo questionado judicialmente. Não é o caso de ser revisto? Que interesse pode se sobrepor ao bem comum?

NILTON LEITE ALMEIDA BRANCO"
 
Seguem as respostas que o Cruzeiro do Sul recebeu.
 
Resposta - (Não houve resposta da Câmara Municipal)
 
Resposta - A Secretaria de Planejamento e Projetos da Prefeitura defende a aprovação de empreendimentos somente de acordo com o plano diretor. Nenhum empreendimento foi aprovado na rua João Wagner Wey pela atual administração, já que o plano diretor define que aquela via é um corredor de comércios e serviços, cujas habitações admitidas não podem ser superiores a imóveis unifamiliares. Seguindo o entendimento do Ministério Público, a Secretaria de Planejamento e Projetos embargou neste ano o empreendimento em construção na rua João Wagner Wey, mas por força de decisão judicial a construtora retomou as obras. A Secretaria de Planejamento e Projetos está de acordo com o leitor no que diz respeito ao impacto no trânsito daquela via e informa que as licenças foram expedidas na administração municipal anterior. SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO E EVENTOS
 
Nota da Redação - A resposta da Secretaria de Comunicação e Eventos foi enviada durante a gestão de José Crespo.

IDS

As imagens que seguem exibem partes da notícia.

 




Sobrepor o mouse nas imagens exibe as legendas. Clicar sobre elas mostra ampliação.




« Voltar