Pesquisar

Campanha incentiva eleitores a votar em candidatos da cidade
23/08/2014

Reprodução de reportagem do Jornal Diário de Sorocaba, de 23.08.2014. Repórter Mayara Corrêa. Foto Fernando Rezende.

Sérgio Reze defende comportamento de voto distrital.

Pensando nos benefícios que a cidade e a população podem receber, o Instituto Defenda Sorocaba - IDS - lançou a campanha “Vote em quem você pode cobrar”.

O objetivo é conscientizar os eleitores a escolher candidatos do município, atuando de forma como se o voto fosse distrital. A modalidade só seria possível com uma reforma política, mas o presidente do IDS, Sérgio Reze, afirma que ajudaria a democracia e diminuiria os custos de campanha. “O problema não é a doação de recursos, mas o modo como é feita e o reflexo após a eleição.” Ele ressalta que, com representantes da cidade, além de recursos, projetos podem ser enviados para votação com mais facilidade.

O IDS também se compromete a fiscalizar a atuação dos futuros eleitos, incluindo os projetos apresentados, votos e número de faltas, que serão apresentados em 2018.

Durante a divulgação da campanha, na sede do IDS, na tarde de ontem, os representantes apresentaram dados de um estudo sobre o comportamento do eleitor sorocabano na eleição de 2010, quando foram eleitos presidente, senador, governador, deputado federal e estadual.

O material elaborado pelo secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Flaviano Agostinho de Lima, que é professor de Economia e palestrante no IDS, aponta que 55,3% dos registros para candidatos a deputado federal, foram votos brancos, nulos, de legenda em todo o Estado ou para candidatos de fora da cidade, o que corresponde a 193.711 eleitores.

Com esses votos seria possível eleger dois candidatos. O mesmo ocorreu para uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, já que 41,5% de votos não foram aproveitados. “Não se joga dinheiro fora, por que jogar o voto? O voto é como um investimento para a boa política do País”, diz Reze.

Em 2010, o candidato mais votado na cidade foi o ex-prefeito Renato Amary, com 48 mil votos, seguido de Antônio Carlos Pannunzio, atual prefeito de Sorocaba, e Iara Bernardi, deputada federal e candidata à vaga estadual, ambos com 38 mil votos. Nenhum dos três foi eleito e Iara, que ficou como suplente, assumiu a vaga em fevereiro deste ano.

IDS

Leia a matéria "Vote em quem você pode cobrar": http://www.defendasorocaba.com.br/acontece/25-vote-em-quem-voce-pode-cobrar.




« Voltar