Pesquisar

Vote em quem você pode cobrar
23/08/2014

O Instituto Defenda Sorocaba nasceu com o objetivo de fomentar questões relacionadas ao cotidiano da cidade e estimular o debate na sociedade.

A) Começou com uma ampla discussão em torno do Plano Diretor que está em apreciação na Câmara.

B) Depois promoveu palestras importantes com especialistas de renome e currículo irreparável, como o ex-governador Fleury, o economista Paulo Rabello de Castro, o engenheiro Paulo Monteiro.

C) Se tornou parceiro importante da Prefeitura de Sorocaba, com as secretarias de Educação, Cultura e também de Esportes, com o projeto Vai Lá, que visa fomentar a integração da Escola, Aluno e sua Família.

D) Agora, quando a campanha eleitoral de outubro começa, decidiu que não poderia se furtar de estimular a sociedade sorocabana a debater este tema.

O professor Flaviano Agostinho de Lima, economista, um dos palestrantes no Instituto Defenda Sorocaba no ano de fundação do instituto, elaborou um estudo sobre o comportamento do eleitor sorocabana na eleição de 2010, a última similar à eleição deste ano, e este estudo acende uma luz amarela sobre o que poderá ser o resultado desta eleição (Veja quadros com gráficos e estatísticas no arquivo “pdf” no final desta página).

No passado já houve uma campanha para incentivar a população sorocabana a votar em candidatos de Sorocaba. Foi uma iniciativa do jornal Cruzeiro do Sul e passou a ser também do Jornal Ipanema. Mas foi uma campanha que esfriou em 2010, e o Instituto Defende Sorocaba entende que ela estava muito morna para este ano, e, por isso, acreditou que esse tema poderia ser novamente retomado.

Relembramos que o Instituto Defenda Sorocaba está acima de qualquer bandeira partidária. Nosso partido é Sorocaba.

Os dados coletados pelo professor Flaviano são alarmantes, levando em conta o que ocorreu nas eleições de 2010. É perda de um importante espaço político no país por parte de Sorocaba. Temos que sensibilizar o eleitor que vota em Sorocaba para este dado. Afinal, quanto à votação para Deputado Federal, o professor Flaviano calculou uma evasão de 55,3%, levando em conta a soma dos votos brancos e nulos, oferecidos para a legenda e para candidatos de outras cidades.

Em número absoluto é o equivalente a 193.711 votos. Sem dúvida um volume que daria para eleger pelo menos mais 2 Deputados Federais.

Da mesma forma, também foi preocupante a votação para Deputado Estadual. O professor Flaviano calculou uma evasão de 41,5%, quando somados os votos brancos, nulos, legenda e para candidatos de outras cidades, um total equivalente a 145.515 votos, que daria para eleger pelo menos mais 2 Deputados Estaduais.

Relembramos que em 2010 o candidato mais votado foi Renato Amary, com 48 mil votos, e que hoje não é candidato. Em segundo lugar ficaram Pannunzio (que hoje é prefeito e não é candidato) e Iara Bernardi (que ficou como suplente, assumiu e concorre a estadual agora) empatados com 38 mil votos. Depois vieram Tiririca com 19 mil votos e Chalita com 15 mil votos. Feliciano teve 3600 votos na cidade.

De nada adiantou Amary e Pannunzio terem a maioria dos votos de Sorocaba! Ficaram de fora.

Voltamos a enfatizar, nosso partido é Sorocaba.

Quando um candidato de Sorocaba é eleito, passa a prestar contas diretamente a população. Ele é encontrado pela imprensa quando procurado. Tem responsabilidade e compromisso direto com a cidade. É achado e visto na padaria, no trânsito, no comércio... É alguém do nosso convívio e isso faz muita diferença.

Por outro lado, projetos da cidade podem ser levados para serem apresentados e votados de maneira direta. O prefeito Pannunzio, que foi deputado por quatro mandatos, chegou a liderar a bancada tucana na Câmara e participar das decisões mais importantes do país. O que queremos é que o sorocabano esteja nesse lugar de destaque. Sorocaba é importante para o Brasil e politicamente deve ter parlamentares nos cargos de maior destaque.

Repetimos; que os votos sejam oferecidos para o partido e ideologia que o sorocabano preferir, mas que acima de tudo, que seja para o candidato de Sorocaba.

Fica aqui o alerta: o Instituto Defenda Sorocaba vai ser o fiscal do parlamentar de Sorocaba eleito pelos sorocabanos. Se ele não honrar os votos que obtiver em 2014, o Defenda Sorocaba assume o compromisso de alertar o eleitor em 2018.

Hoje pedimos o voto para o candidato de Sorocaba. Pelos quatro anos do seu mandato vamos ser o fiscal do sorocabano e acompanhar sua trajetória.

IDS

 

campanha-vote-por-sorocaba.pdf





« Voltar